Pioneirismo

Ações Pioneiras do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo

1965

Realizado o primeiro transplante de rim da América Latina, técnica cirúrgica pioneira, que hoje permite que milhares de pessoas recuperem a saúde e levem uma vida normal;

Pela primeira vez no continente sul-americano, foi realizado um reimplante de antebraço;

1968

Realizado o primeiro transplante de fígado do continente sul-americano.Esse procedimento abriu perspectiva para os portadores de doenças hepáticas de alta complexidade;

Realizado em um paciente adulto o primeiro transplante de coração da América do Sul e o segundo no mundo;

1975

Realizada cirurgia de estrabismo do tipo vertical;

1988

O primeiro transplante intervivos de fígado do mundo foi realizado no HC.A técnica envolve a retirada de 30% do órgão doador, que depois de 30 dias tem seu fígado regenerado;

Realizada a primeira cardiomioplastia, cirurgia na qual o coração é envolvido pelo músculo das costas.Esta técnica é utilizada para casos em que o músculo cardíaco não funciona tão bem;

1989

Realizado o primeiro transplante de fígado em criança;

1990

Inaugurado o primeiro centro de ressonância magnética em hospital público do Brasil, levando o HCFMUSP à condição de hospital da rede pública mais bem equipado do País;

Pela primeira vez no Brasil foi realizada uma aterotomia de artéria coronária. O procedimento é realizado através de punção de artéria femural, semelhante ao cateterismo cardíaco;

Desenvolvido o primeiro cateter-balão, de produção nacional, capaz de penetrar numa artéria e eliminar uma obstrução, antes que ela provoque um enfarte;

1991

Nasce o primeiro bebê de proveta em hospital público do Brasil, concebido pelo método de fertilização in vitro;

1993

Em cirurgia inédita na América Latina,foi implantado em um paciente adulto, o primeiro ventrículo artificial desenvolvido e fabricado no país;

Realizada na América Latina a primeira cirurgia de auto-implante, em uma criança de 12 anos. Esta cirurgia consiste na retirada do coração, seguida de reimplante do mesmo;

Realizado o segundo transplante cardíaco do país, em uma criança de menos de 3 anos;

1994

Desenvolvida uma proteína artificial que ataca as células cancerosas sem afetar as células normais. A descoberta é inédita em todo o mundo, e permite a eliminação das células cancerosas sem prejudicar o tecido não atingido pelo tumor;

Criado o primeiro ambulatório do país especializado no tratamento dos distúrbiosobsessivos-compulsivos;

Realizado no país o primeiro implante coclear em paciente com surdez profunda. O implante substitui um órgão do ouvido interno, a cóclea, que através de um equipamento desenvolvido auxilia a recuperar a audição;

Utilizada a técnica de parodi, inédita em cirurgia de aneurisma abdominal que proporciona menor risco de infecção hospitalar e maior rapidez na recuperação do paciente;

Implantado o primeiro centro de referência nacional para a assistência à saúde do trabalhador em transportes, que visa melhorar o atendimento a motoristas que sofrem de acidentes de trânsito;

1995

Inaugurado um serviço inédito no país, o fax-ecg para atender cardiologistas, clínicos gerais ou mesmo pacientes que queiram submeter aos especialistas, o resultado do exame que mede a atividade elétrica do coração;

Primeiro centro da América latina a utilizar a técnica de vaporização transuretral da próstata, que consiste em realizar uma cirurgia por via uretral capaz de retirar tumores benignos da próstata sem comprometer a função urinária;

Realizada cirurgia inédita em paciente adulto, a ventriculomioplastia dinâmica redutora, que utiliza duas técnicas já existentes e pode evitar o transplante cardíaco;

Realizado transplante cardíaco na mais jovem paciente do País, um bebê de apenas 20 dias que nasceu com malformação congênita: não possuía a parte esquerda do coração (síndrome de hipoplasia do órgão) e foi salva pelo transplante.

2005

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP ganhou em 10 de outubro de 2005, o mais completo centro de hidroterapia do sistema público do Brasil. O novo centro fica na Divisão de Medicina de Reabilitação (DMR) do hospital, já considerada uma das melhores do país.

No dia 22 de novembro de 2005, o Instituto de Radiologia do HCFMUSP- InRad, inaugurou o primeiro Laboratório Experimental em Diagnóstico por Imagem com utilização de modelos animais em instituição pública do País.
A instalação de um Laboratório Experimental deste porte evidencia a importância de se investir em tecnologia nacional, com o objetivo de reverter o atual quadro da especialidade, em que todos os materiais utilizados são importados, de alto custo e com tecnologia desenvolvida em outros países.

2007

IPq é o primeiro hospital público do País a contar com equipamento de neuronavegação 
A Divisão de Neurocirurgia Funcional do Instituto de Psiquiatria - IPq - HCFMUSP, conta agora com avançado equipamento de neuronavegação computadorizado, o primeiro em hospital público no Brasil.